alto-falante

flavio florence

Posted in música erudita by Fabio Camarneiro on 14/09/2009

flavio florence

Sábado e domingo (12 e 13 de setembro), a Orquestra Sinfônica de Santo André realizou dois concertos em homenagem ao maestro Flavio Florence, cujo falecimento completa um ano em 21 de setembro.

Florence foi embora cedo demais, aos 51 anos, vítima de câncer. Mesmo assim, deixou seu legado na Sinfônica de Santo André, que dirigiu por duas décadas.

Adolescente, aprendi muito sobre música com o maestro: em sessões de entrada gratuita, no Teatro Municipal de Santo André, Florence fazia questão de explicar ao público o funcionamento da orquestra. De maneira didática, ele introduzia e comentava as peças a serem executadas.

Lembro de “A sagração da primavera”, de Stravinski. O maestro pedia que a orquestra executasse alguns compassos da “Dança do fogo”, e depois explicava a importância daquele trecho para a história da música ocidental.

Recordo ainda outros concertos, com obras de Mozart, Vivaldi, Gershwin etc. O maestro sabia que uma orquestra só existe com uma plateia. Logo, a formação do público era uma de suas metas.

Nos concertos em memória a Flavio Florence, a orquestra foi conduzida por Carlos Moreno. No programa, a “Tocata sinfônica” do brasileiro Ricardo Tacuchian, o “Concerto nº 1 para piano e orquestra, em Bb menor”, de Piotr Tchaikovski (com a solista Eun Young Lee), e o poema sinfônico “Don Juan”, de Richard Strauss.

A execução foi correta, com vários momentos de brilho, especialmente no concerto de Tchaikovski.

Fica a saudade e o agradecimento ao maestro Flavio Florence. Fica também o projeto (citado pelo maestro Carlos Moreno antes da apresentação) de editar em livro as colunas que Florence escreveu para a revista Concerto.

Aqui, texto de Thiago Mariano, publicado no Diário do Grande ABC, sobre a trajetória do maestro.